11 2281-5555

Bem-vindos ao Futuro! Bem-vindos à Madras!

       

Maçonaria e a Campanha Abolicionista no Pará

O tema de pesquisa apresentado, que resultou nessa obra, constitui-se em uma proposta inovadora, na medida em que, dentre os grupos e associações que participaram dessa luta, a Maçonaria talvez seja a menos estudada e pesquisada. Portanto, com esse estudo, a obra pretende demonstrar que as Lojas Maçônicas, como outras associações, acompanhavam as mudanças que se processavam social e politicamente no Brasil, estabelecendo uma nova cultura política que envolvia diferentes sujeitos que se encontravam na vanguarda do processo abolicionista, pugnando pela mudança das relações de produção no país.
ISBN: 9788537006764

Disponível: Em estoque

R$ 19,90

Calcule o valor do frete deste produto

Telefone:
(11) 2281-5555

Segunda a Sexta
das 08:30 as 18:00.

Parcelamos suas compras
em até 6x sem juros .

Descrição

Detalhes

O tema de pesquisa apresentado, que resultou nesta obra, constitui-se em uma proposta inovadora, na medida em que, dentre os grupos e associações que participaram dessa luta, a Maçonaria talvez seja a menos estudada e pesquisada. Portanto, com este estudo, a obra pretende demonstrar que as Lojas Maçônicas, como outras associações, acompanhavam as mudanças que se processavam social e politicamente no Brasil, estabelecendo uma nova cultura política que envolvia diferentes sujeitos que se encontravam na vanguarda do processo abolicionista, pugnando pela mudança das relações de produção no país. Este trabalho evoca a luta pela emancipação dos escravos, defendida pelos maçons do Pará, bem como a análise do posicionamento da Maçonaria em relação ao regime imperial, como as questões básicas desta pesquisa. Assim, possibilita redimensionar esse tema, procurando investigar as estratégias sociais desenvolvidas por esses sujeitos, por meio da atuação das Lojas Maçônicas e de alguns maçons importantes, como Lauro Sodré, demonstrando seus posicionamentos políticos e suas formas de atuação. A pesquisa de jornais da época mostrou que, de 1870 em diante, foram fundadas associações que geralmente se aproveitavam de festas públicas para promover debates em favor da liberdade dos escravos. A metodolo¬gia trabalhada consistiu basicamente de consulta aos jornais da época e documentação de registro das Lojas Maçônicas, que são referenciadas ao longo deste trabalho.

Informação Adicional

Informação Adicional

Autor(es) Edson Luiz Rocha Monteiro
Paginas 144
Tamanho 16 x 23

Avaliações

Queremos saber sua opinião

Produto: Maçonaria e a Campanha Abolicionista no Pará