11 2281-5555

Bem-vindos ao Futuro! Bem-vindos à Madras!

       

Maçonaria

Itens 71 para 80 de 130 total

por página

Página:
  1. 6
  2. 7
  3. 8
  4. 9
  5. 10
  • Abrindo uma Loja Maçonica

    A Maçonaria como sociedade secreta sempre despertou muita curiosidade em torno de suas atividades. A Ordem abriga pessoas de todas as raças, de todas as convicções políticas que não privem a liberdade individual e de pensamento e de todos os credos religiosos que acreditam em uma Entidade Suprema e uma vida pós-morte. Muitos encaram as Lojas Maçônicas como lugares escondidos e tenebrosos onde são realizados rituais macabros. Na verdade, as Lojas Maçônicas denominadas regulares são congregadas em Potências Maçônicas reconhecidas, que possuem normas de conduta estabelecidas e leis regidas por Regulamentos, Constituição, Código Eleitoral, Código Penal e outros que estabeleçam o respeito e a harmonia. Nesta nova obra, o maçom Alvaro de Queiroz procura apresentar não somente o local com seus símbolos, mas também a parte burocrática relativa à fundação e ao funcionamento de uma Loja Maçônica devidamente regularizada. Detalhes
    R$ 29,90

    INDISPONÍVEL
    Avise-me

  • Além da Maçonaria Simbólica

    A Maçonaria Operativa proveniente da Idade Média, caracterizada pelos obreiros, e, posteriormente, a Maçonaria Especulativa, legada pelo Renascimento, foram fundamentais para a evolução da Ordem. Ambas constituem o que hoje podemos chamar de Maçonaria Moderna, que buscou seu aprimoramento e sua atualização na transição da Operativa para a Especulativa. Essa transição se deu com a inclusão de profanos, que passaram pelo rito de Iniciação. Para o autor Keith B. Jackson “a maioria dos Graus que integram o sistema maçônico é derivada de temas louváveis que estão registrados nas Sagradas Escrituras e possuem uma lição moral a ser ensinada”. Desde o seu princípio, a Maçonaria preocupava-se com os acontecimentos da época, pois dessa forma era possível contribuir para a melhoria da vida dos indivíduos tanto no âmbito socioeconômico quanto cultural. Entretanto, alguns estudiosos afirmam que a sociedade iniciática é muito mais antiga, já que símbolos utilizados em rituais maçônicos foram encontrados em túmulos e pirâmides egípcias de sete mil anos. Além da Maçonaria Simbólica foi escrito com o intuito de ampliar a visão do maçom em relação aos diversos Graus existentes por meio da exploração da história das diversas Ordens Maçônicas atualmente operantes na Inglaterra. A obra também apresenta um quadro comparativo dos Graus trabalhados na Inglaterra, EUA, Escócia e Irlanda. Detalhes
    R$ 29,90

    INDISPONÍVEL
    Avise-me

  • A Antiga Franco-Maçonaria

    Nesta obra, Robert Ambelain discorre acerca dos Ritos de Memphis e Misraïm, fazendo uma exposição corajosa dos mistérios que sempre estiveram presentes na Franco-Maçonaria, particularmente em sua vertente mais esotérica, que é a Maçonaria Egípcia, removendo os véus que, até hoje, encobriram suas cerimônias e seus rituais, os quais o autor tem a audácia de desvendar na íntegra, sem cortes ou omissões. O Rito de Memphis surgiu em Montauban, sob a direção de Samuel Honis e de Marconi de Nègre, em 1815. O Rito de Misraïm apareceu pela primeira vez em Veneza, em 1788; sua filiação vinha de Cagliostro, que lhe confiara os graus inferiores da Grande Loja da Inglaterra e os altos graus da Maçonaria Templária alemã. No século XIX, Memphis e Misraïm foram as duas Obediências em que se recrutaram os Carbonari. Eles tiveram muitas Lojas na França e contaram, entre seus dignitários, com pessoas ilustres, como o duque Decazes e o conde Muraire, grande comandante do Rito Escocês. Até 1881, os ritos de Memphis e Misraïm caminharam paralelamente. Aos poucos, esses ritos começam a juntar maçons do Grande Oriente da França e do Rito Escocês Antigo e Aceito, que se interessam pelos estudos acerca do esoterismo da Simbólica Maçônica, da Gnose, da Cabala, ou seja, do Hermetismo e do Ocultismo. Em 1881, surge, então, o Rito de Memphis-Misraïm, resultado da fusão operada por Garibaldi, seu primeiro Grão-Mestre Geral. A Antiga Franco-Maçonaria é uma obra de interesse aos buscadores da Verdade. Detalhes
    R$ 34,90

    INDISPONÍVEL
    Avise-me

  • Arquivos Secretos do Vaticano e a Franco-Maçonaria

    Os estatutos e os rituais da Franco-Maçonaria medieval — que se enraíza na tradição das corporações dos pedreiros, construtores de catedrais — atestam seu espírito cristão e a vontade de admitir em sua classe os respeitosos artesãos da moral e dos dogmas da Igreja Católica Romana. Sendo assim, como tal instituição pôde merecer uma excomunhão fulminante por parte do papa Clemente XII? Em sua árdua pesquisa, feita nos Arquivos Secretos do Vaticano e de toda a Europa, o autor relata a extrema complexidade das relações entre a Igreja e a Maçonaria, e de que maneira suas teses abusivamente simplificadas sustentam a excessiva desconfiança e oposição do Catolicismo em relação a uma sociedade fraternal, cujos integrantes, na maior parte, jamais pensaram em conspirar para a ruína do trono e do altar. “Este trabalho não nasceu do espírito polêmico nem de uma atitude preconcebida. Ele também não foi imaginado como uma apologia, mas como vindo da necessidade de exprimir e consagrar, em um plano científico, uma fase característica da história político-eclesiástica do século XVIII, e um aporte a mais para ajudar a compreender e a esclarecer um dos problemas cuja revisão envolve ao mesmo tempo a Igreja e a ciência histórica.” Detalhes
    R$ 84,90

    INDISPONÍVEL
    Avise-me

  • Astrologia na Maçonaria

    Em Astrologia na Maçonaria, o autor estabelece uma analogia entre os 25 princípios primordiais e eternos maçônicos e as 12 colunas de signos representadas em Loja, graças à semelhança entre a simbologia dos Landmarks e a Astrologia, relacionando cada um dos signos com os Landmarks. Por acreditar na origem espiritual da Maçonaria e também na Astrologia, o professor Juarez de Fausto Prestupa traça esse pararelo. Pensando em facilitar o estudo do leitor e tentando expor a amplitude do que representam os Landmarks e as colunas zodiacais, ele procurou estabelecer não só a relação com os signos astrológicos, mas também elementos da Cabala e com os mitológicos 12 Trabalhos de Hércules, símbolo dos trabalhos que o Iniciado deve realizar. A Astrologia sempre esteve presente nos ritos iniciáticos, entre os magos, os hierofantes, os adeptos, os sacerdotes e os mestres da humanidade, de uma forma ou de outra. Por meio deste trabalho, é possível apreciar o elo existente entre a Astrologia e a Maçonaria, em uma grande comunhão universal. Detalhes
    R$ 29,90

    INDISPONÍVEL
    Avise-me

  • Cadeia de União e seus Elos

    Nesta obra, Rizzardo da Camino discorre a respeito da “Cadeia de União” que se forma em um Templo maçônico durante suas sessões. Para o autor, essa liturgia não simboliza a união fraternal; ela é a própria fraternidade, em uma demonstração físico-mental. Também é símbolo quando representada por uma corda de anéis de metal, mas deixará de sê-lo em execução para se transformar em uma perfeita aliança. Cada maçom é um “elo” da “Cadeia de União”, não apenas de sua Loja, mas de todas as “Cadeias de União” existentes na Terra. E se cadeia representa uma prisão, pode-se dizer que os maçons se encontram “presos” a seus Irmãos de Loja, na solidariedade do bem comum e do crescimento espiritual. É uma prisão mística. O autor explica que a “Cadeia de União” abrange os seres humanos e os exclusivamente espirituais, se assim puderem ser classificados as próprias Hostes Celestes e os espíritos daqueles que desencarnaram. O maçom ligado a essa “Cadeia” não é absorvido e diluído, mas unido pela soma das forças físicas e mentais, existindo individualmente no todo. Isso é um efeito metafísico. Saiba mais sobre a formação dessa “Cadeia de União”, lendo as páginas deste livro. Detalhes
    R$ 29,90

    INDISPONÍVEL
    Avise-me

  • Cartilha Maçônica

    A Ordem Maçônica é um corpo institucional de buscas permanentes, mantendo presságios sobre todos os ramos de conhecimentos, doutrinas e filosofias, pois estes representam a luta pelo bem, pela felicidade e pela harmonia dos seres humanos na face da Terra. Suas ideias e seus ideais estão sempre presentes nos acontecimentos edificantes e positivos, principalmente no que diz respeito à liberdade de pensamento, religião ou crença e ao progresso. Cartilha Maçônica é uma obra que apresenta os antigos conceitos da Ordem, mas com novas abordagens, voltadas ao maçom do século XXI. Entre outros assuntos, o autor mostra o lado funcional da Loja, dentro da Instituição, observado no Templo e a partir dele, além do convívio existente ao redor do Ara (altar). No capítulo “Cosmovisão como referência”, a proposta do autor é mais doutrinária que cosmogônica; entretanto, as seções permitem entrever, fortemente, as origens do Microcosmo, o foco central da vida maçônica e a senda comum trilhada por todos os Irmãos. O teor desenvolvido nesta obra versa sobre ideias e acepções assimiláveis pelo neófito, que podem servir para tecer os horizontes de suas próprias percepção e concepção sobre a Ordem Maçônica. Detalhes
    R$ 61,90

    INDISPONÍVEL
    Avise-me

  • Cavaleiro e a Rosa

    Este livro conta a história de um homem que, buscando reatar-se ao elo rompido, foi levado a percorrer o caminho do conhecimento, do encontro com o seu “eu” interior, da magia de viver e da fé — o caminho da “ponte mágica e invisível que se estende entre a Criatura e o seu Criador”. A obra é dividida em duas partes. Na primeira, o autor nos situa em um contexto histórico; na segunda, a partir da sua experiência pessoal, ele nos fala sobre os mistérios da fé, sobre a intuição e a busca de Deus em si mesmo. O encontro do autor com o Cavaleiro, seu guia pessoal, dá início a uma narrativa que se estende na forma de surpreendentes revelações, inclusive a de que este já havia participado de uma das vidas passadas do autor. Momentos de incerteza, questionamentos e busca se sucedem em uma seqüência envolvente, posto que verdadeira, e a jornada se encerra com a compreensão do simbolismo da Rosa Vermelha, dando-lhe a medida exata da existência terrena. Importante contar ao leitor que o encontro entre autor e seu guia aconteceu mediante projeção astral daquele e que o Cavaleiro o preparou espiritualmente para uma jornada que só aconteceu 4 anos depois e durou exatos 22 dias. O leitor encontrará nesta obra tanta riqueza quanto o autor encontrou na caminhada, cuja experiência lhe rendeu a certeza de que, na vida, é preciso ter uma consciência clara acerca de metas e objetivos, pois “nada de realmente importante pode ser produzido em uma vida sem alma”. Detalhes
    R$ 21,90

    INDISPONÍVEL
    Avise-me

  • Os Cavaleiros Templários nas Cruzadas

    Este livro reconta a excitante saga dos Cavaleiros Templários, os monges guerreiros que ocuparam o monte sagrado logo após a carnificina da Primeira Cruzada. Os Templários acumularam grande fortuna, que empregaram para financiar seus 200 anos de guerra contra os muçul¬manos no deserto, nas montanhas e ao longo da vasta extensão do vale do Nilo. Por esses dois séculos de martírio militar, sua recompensa constitui em ser presos pelo papa e pelo rei, além de serem torturados pela Inquisição e, por fim, extintos por decreto. No entanto, sua lenda e seu legado não morreriam assim tão simplesmente. Ao contar a inacreditável história dos Cavaleiros Templários, a clara explicação que o autor faz das diferenças culturais e religiosas entre os adversários e aliados dos Templários no Oriente Médio proporciona uma compreensão vívida do povo que habita essa região turbulenta, que figura de maneira tão proeminente nas manchetes atuais. A semelhança de seus antagonismos, de hoje e de 800 anos atrás, é tão impressionante quanto perturbadora. Os Cavaleiros Templários nas Cruzadas – Prisão, Fogo e Espada é uma brilhante obra de história narrativa que pode ser lida como uma simples aventura, uma obra de moral ou uma lição de política de guerra. Detalhes
    R$ 64,90

    INDISPONÍVEL
    Avise-me

  • As Chaves e a Simbologia na Maçonaria

    Na Idade Média, as grandes e majestosas catedrais, assim como as igrejas mais modestas ou ermidas e capelas, foram edificadas respeitando-se estritos rituais e leis concretas que preservavam os membros das Confrarias, autênticas Lojas iniciáticas. Onde as forças do Céu e da Terra confluíam, seguindo o que ocorre desde o crepúsculo até o ocaso, onde o homem podia transcender sua condição humana, o mestre de obras cravava seu bastão, símbolo de autoridade e conhecimentos e ponto de partida para suas medições. Percorrer o espaço sagrado e ordenado dessas construções é empreender uma viagem iniciática das Trevas para a Luz, é a vitória do eterno sobre o perecível, do espiritual sobre o material. Todos os saberes ocultos e os ritos ancestrais que os mestres construtores moldaram na mudez da pedra. Um percurso pela alquimia e pela arquitetura, enriquecido com uma importante parte gráfica. Eis um guia prático para aprender a interpretar a bela iconografia dos templos da Idade Média, incluindo conhecimentos gnósticos, astrológicos e herméticos gravados em pedra. Detalhes
    R$ 39,90

    INDISPONÍVEL
    Avise-me

Itens 71 para 80 de 130 total

por página

Página:
  1. 6
  2. 7
  3. 8
  4. 9
  5. 10